domingo, 6 de abril de 2008

Patrocinadores e canais de alocação de recursos

Muito pouco se aborda sobre o tema patrocinador do projeto. Embora a finalidade deste artigo são os recursos financeiros para a garantia da consecução do projeto, é importante colocar que todo projeto deve ter retorno para todos envolvidos quer, nos aspectos econômicos, sociais e/ou institucionais. Patrocinar ou investir em projetos significa garantir os recursos financeiros para a sua implementação através de, pelo menos, um desses canais em integração com o seu quadro de usos e fontes:

  1. Reinversão de resultados: recursos oriundos dos resultados positivos dos balanços da empresa onde por decisão da alta administração, normalmente em consonância com planejamento estratégico aprovado pelos acionistas/quotistas, destina parte do lucro as reservas e desta para expansão ou modernização por meio de investimento em projetos (inversões fixas);
  2. Recursos próprios: é a parte ou totalidade do aporte financeiro do empreendimento destinado à empresa ou aos seus acionistas que pode ser conceituada como a contrapartida no projeto desde que não aporte a totalidade dos recursos;
  3. Recursos de terceiros: normalmente, a depender das linhas de crédito ou programas de instituições financeiras, os recursos de terceiros poderão ter um nível de participação percentual, variando entre 10% a 90% do investimento total;
  4. Recursos mistos: é a combinação das fontes de recursos entre reinversão de resultados, recursos próprios e recursos de terceiros. Todavia, o mais usual encontra-se no canal recursos de terceiros que possibilita a empresa exercer a opção de buscar recursos para o aporte ao projeto, dependendo do valor, através da composição de agentes e bancos/órgãos de fomento (BNDES direto + AGENTE financeiro indireto);

Garantir os recursos financeiros a projetos pode representar a condição essencial pra o sucesso do empreendimento e que deve ser estudado previamente.


Fonte: Revista MundoPM, Número 06 - jan/06


Alexandre Carvalho Lima

Nenhum comentário:

Blog do GP